*******

*******
A SAUDADE É A NOSSA ALMA DIZENDO PARA ONDE ELA QUER VOLTAR...

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Heart shaped onion ao som de Sade!

O destino encontra-me em todo o lado... até nos supermercados!

terça-feira, 27 de abril de 2010

Pechincha!

Roubo este olhar para te oferecer...

Alice in loveland!

"Quando nos fazemos amor
Não estamos apenas fazendo amor
Estamos dando corda ao relógio do mundo"

segunda-feira, 26 de abril de 2010

sábado, 24 de abril de 2010

Intergaláctico!

Beijo-Flor

O beijo é flor no canteiro ou desejo na boca?
Tanto beijo nascendo e colhido na calma do jardim nenhum beijo beijado (como beijar o beijo?) na boca das meninas e é lá que eles estão suspensos invisíveis.

Carlos Drummond de Andrade

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Pure!

....bbbbaaaaaammmmm....bbbbzzzzz.....
220 volt!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Lucky Cigarettes


A cigarette is the perfect type of a perfect pleasure. It is exquisite, and it leaves one unsatisfied. What more can one want?

Oscar Wilde, The Picture of Dorian Gray

No parque... a apanhar sol...

...

"Sexual intercourse is kicking death in the ass while singing."

Charles Bukowski

terça-feira, 20 de abril de 2010

Um armário de homem!

"Queres matar-me outra vez... Aquela covinha...a voz..."



All around me...


And I love it!

...


Descaradamente furtado desta casa: http://moony67.blogspot.com/


Os 30 e por aí fora! *

"Age is strictly a case of mind over matter. If you don't mind, it doesn't matter."

Jack Benny

Os 30... "A" década...

Senhor, fugimos já para uma caverna antes que as peles nos comecem a cair e o mundo nos veja ou ainda vais permitir que se invente o elixir da eterna juventude?
Pois a verdade é que para mim nem uma coisa nem outra... sacrilégio, mas estou a gostar dos 30, rai's parta, ainda mais dos 31!

Há quem sinta que o tempo lhe começa a fugir das mãos, ai Senhor!(outra vez a invocar o nome dele em vão) deixa-me voltar pelo menos à adolescência que eu prometo fazer tudo muito melhor...
Não para mim, muito obrigada, era uma seca de adolescente e aposto que me voltava acne e a parvoíce, faz parte do acordo e eu não aceito esses termos do contracto.

A idade é um posto e eu gosto disso; gosto desta coisa de já não sentir necessidade de estar com merdas, nem de estar constantemente a re-inventar-me para ser o que se espera ou o que eu pudesse achar que se esperava, sou como sou e assumo; ainda com tanta coisa para crescer, tanta coisa para aprender, mas sem fazer de conta que sou mais inteligente ou criativa ou séria ou bonita ou sexy ou tonta ou intensa do que aquilo que sou... ou menos do que aquilo que sou. Não trocava esta segurança por nada!
Finalmente aprendi a gostar da minha realidade, aliás cada vez a adoro mais!

Desde que ganhamos noção de que o mundo existe fora de nós que andamos à procura de nos meter nele, que andamos à procura de casa, de descobrir como se passa para o próximo nível e quem somos nós quando lá chegamos, pois a chegada aos trinta foi a melhor transição que já tive; sinto que tenho a "casa interior" pronta e que agora só tenho de pintar as paredes, encontrar a mobília certa e comprar uns pechisbeques engraçados a condizer com o resto... com isto não se julgue que está tudo a ser fácil e sereno, não, o mundo continua feroz, dramático e em constante mudança mas eu encaro-o com mais calma, sem pressa, dou-me tempo para resolver as coisas e já não arranco cabelos a torto e a direito com cada mudança, agora arranco só um ou dois e de pinça para ser mais cirúrgica.

Então porquê entrar em pânico com isto? Não se justifica... ok, a pele já não é o que era, já não consigo aguentar duas noitadas seguidas, as responsabilidades que chegam cada vez mais a rodo, ai as ancas que engordam e a celulite que se instala de forma permanente e que nem renda paga (essa grande vaca!!!), os ossos que se queixam da humidade, as moças mais novas que ainda podem usar mini-saia sem collants... ok, ok... isto é fodido! Mas só se não tivermos a atitude certa.

In the big picture of life, these are just shitty details... and my life is made of the good details, and big happy paintings of good stuff!

E ninguém me tira as outras coisas que já ganhei, as rugas nos cantos de boca das gargalhadas que dei (gosto bem delas), o brilho nos olhos quando sei que sou mais eu, a segurança de ser mais eu, o sentido de humor que se apura e que já não tem medo de sair cá para fora, a ancas roliças que cada vez requebram mais sem medo, os maravilhosos collants que tenho na minha gaveta, o despudor de estar nua na praia, a coragem para tomar decisões, a capacidade de estar com os outros e de não ter medo de me expressar, o não ter medo de chorar, o não ter medo de me rir às gargalhadas em qualquer sítio (menos em repartições da segurança social, essas nunca me vão dar vontade de rir), o aceitar que falo sozinha na rua e depois, algum problema?, o facto de viver as coisas mais intensamente porque já não tenho medo de as viver, porque eu sei que tenho arcaboiço para lidar com as consequências... e por aí fora.

Basicamente... gosto dos trinta e planeio estar por cá mais 8 anos!

*para mim, mas, também para a minha linda Ana, a.k.a. Cila, que também é uma gaja que sabe muito!
Beijos para ti flor!

Entre a Sade e algo que soa a bolo tradicional russo!



Mutzke... mutzke... mutzke... mutzke... mutzke... mutzke... mutzke...

Sade a menina é que é um doce!

...


Esta é definitivamente umas das que são para dançar... leitor de cd's portátil, à beira rio, numa noite lua cheia! E depois... uivar!

Quando se tem inícios assim...


... já se começa muito bem!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

sábado, 17 de abril de 2010

O gigante desaparece...


R.I.P. Mr. Peter Steele

If it be...


If it be your will
That I speak no more
And my voice be still
As it was before
I will speak no more
I shall abide until
I am spoken for
If it be your will

If it be your will
That a voice be true
From this broken hill
I will sing to you
From this broken hill
All your praises they shall ring
If it be your will
To let me sing
From this broken hill
All your praises they shall ring
If it be your will
To let me sing

If it be your will
If there is a choice
Let the rivers fill
Let the hills rejoice
Let your mercy spill
On all these burning hearts in hell
If it be your will
To make us well

And draw us near
And bind us tight
All your children here
In their rags of light
In our rags of light
All dressed to kill
And end this night
If it be your will

If it be your will.

All men have a sweetness in their life. That is what helps them go on. It is towards that they turn when they feel too worn out.

Camus

O sol está aqui!

domingo, 11 de abril de 2010

O beijo


"We are lovers, everyday we go back to the bachelors room, we can't stop loving...

Young girl - It is nothing. Only love.
The Chinaman - It is that what you want?
Young girl - Yes.
The Chinaman - I'm going to die of love for you..."

sábado, 10 de abril de 2010

Quero...

ser frágil...forte....chorar...rir...gritar...bater...lamber...morder...cair...
ser eu....angel....devil...mimosa...gulosa...real...sem
merdas...momentos que não acabem...

sexta-feira, 9 de abril de 2010

The Diva is mad about the frog...

Coisa mais linda!!!!

Anda-me a apetecer...

- Ir a um espectáculo de burlesco;
- Ver a Ana Moura ao vivo;
- Fazer piqueniques com cerveja à beira-rio;
- Atravessar pontes à noite, e vê-las iluminadas;
- Fazer a minha terceira tatuagem;
- Ouvir a Liza Minnelli a cantar a"Life is a cabaret";
- Abraçar alguém, sem medo num momento que não acabe;
- Dançar, dançar, dançar;
- Descobrir pechisbeques nas lojas de segunda mão e acumular tralhas inúteis;
- Sorrir mais;
- Visitar as pessoas da minha vida, as que estão perto e as que estão longe;
- Comer comida picante e ficar vermelha como um tomate;
- Cortar o cabelo bem curtinho;
- Deixar de usar óculos;
- Beber um Ermelinda e brindar à terra da neve e dos trambolhões;
- Ver filmes franceses, italianos, noruegueses, coreanos, ter um regabofe cinematográfico de línguas estranhas;
- Visitar fleamarkets pelo mundo fora e encher a mala de pechinchas;
- Ver a minha Pirulita a dormir;
- Sentir a alma eterna;
- Furar o dedo e fazer pactos;
- Ouvir música em discos de vinyl;
- Estar em silêncio;
- Uivar;
- Arriscar;
- Pertencer-me;
- Ser real... com medo, mas sem merdas!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Manifesto

"O mundo não há-de acabar enquanto não formos felizes!"

Quantos anos passaram meus amigos... éramos um projecto de nós, queriamos tudo sofriamos com o nada, cresciamos nas mãos uns dos outros, nos nosso desafabos, nas noites desta cidade que às vezes percorríamos em silêncio os três; procurávamos o carinho como irmãos incestuosos e amavamo-nos...
Este foi o nosso manifesto, na noite em que chovia, em que não entramos na música... todas as nossas palavras e desejos estavam ali, e ainda ressoam dentro de mim, e sem falarmos sei que ressoam em vocês...
A promessa foi feita ao mar, lançamos as pedras, lançamos as almas, havemos de ser mais do que os nossos pais, havemos de ser mais fortes, seremos honestos, seremos felizes, vamos procurar porque merecemos tudo... meu anjos, meus amigos, trio de irmãos perdidos à porta... que noite confusa e maravilhosa...
Não entramos porque o universo sabia que tínhamos uma promessa a fazer...
Hoje somos projectos diferentes, mas continuamos projectos, no ínicio sempre, porque assim tem de ser e assim somos fortes... porque o que nos salva, o que torna grandes é nunca parar de recomeçar... nunca deixar de procurar.
A certeza depois de todo este tempo é que este manifesto está vivo e que teremos tudo porque somos tudo!

Beijos nos vossos corações (obrigada)

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Abril àguas mil...


Música para correr à chuva...

Esta voz rouca deixa-me doida!