*******

*******
A SAUDADE É A NOSSA ALMA DIZENDO PARA ONDE ELA QUER VOLTAR...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

terça-feira, 22 de setembro de 2009

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Out To Get You

I'm so alone tonight
My bed feels larger than when I was small
Lost in memories, lost in all the sheets and all old pillows
So alone tonight, miss you more than I will let you know
Miss the outline of your back, miss you breathing down my neck
All out to get you, once again, they're all out to get you, once again

Insecure, what ya gonna do
Feel so small, they could step on you
Called you up, answer machine, when the human touch
Is what I need, what I need is you, I need you

Looked in the mirror, I don't know who I am any more
The face is familiar, but the eyes, the eyes give it all away
They're all out to get you, once again, they're all out to get you
Here they come again

Insecure, what ya gonna do
Feel so small, they could step on you
Called you up, answer machine, when the human touch
Is what I need, what I need is you

Let me breathe, if you'd let me breathe
They're all out to get you, once again, they're all out to get you

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

"don't die in me"

Le notti di Cabiria

Slow sad show

Sad clows are sad.
Sad kids are sad.
Tears are sometimes sad.
Make-up running is sad.
I'm a sad kid dressed up as a clown, crying as my make-up runs.
Just for today I feel like the saddest thing.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Lista de presentes de verão (dias de desaniversário)


Quero:

-sal na pele e sol no peito,
-gaivotas,
-chuva de estrelas,
-morenar,
-viagens de carro com músicas de um filme inventado,
-parvoíces e tonterias,
-sandes de atum (várias),
-olhares entre nós que sejam rios que sabem onde desaguam,
-mares que brilhem à luz da lua,
-amigos que apareçam do nada para abraços bons,
-os teu olhos cada vez mais verdes,
-parar e respirar,
-fotos no escuro,
-conversar sem dizer nada,
-conversar para dizer tudo,
-sumos de fruta,
-Peniche e as Berlengas sempre perto,
-descomplicar,
-toalhas de praia estendidas lado a lado,
-pernas entrelaçadas apesar do calor sufocante,
-um futuro de promessas feitas num dia de chuva,
-um ano inteiro de verão,
-gelados de máquina que já estão a derrreter enquanto se enrolam no cone,
-acordar,
-rir das outras pessoas,
-que se riam de mim,
-flores vermelhas em todos os jardins,
-vento que me afague a cara,
-boas notícias num telegrama cantado,
-...te.

domingo, 28 de junho de 2009

"REFÉNS"

Lenore: O ânimo educa-se, Bacigaluppi. E a perseverança afia-se com um aço muito fino.
"Reféns"; Daniel Jonas
First step is over... Now it's all about enjoying the show, folks!
And we're proud.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Coffee and Cigarettes

Às vezes tenho vergonha de mim quando não apago bem um cigarro... e ele fica ali a fumegar, a fumegar e a fumegar... e a queimar, a queimar e a queimar todos os outros que estão no cinzeiro.
E nunca reparo a tempo, só quando o cheiro a filtro ardido me entra pelas narinas adentro é que o botão de alarme se aciona. Mas, aí já é tarde demais, quando me apercebo e volto a olhar para o cinzeiro já alguém está de dedo em riste a preparar-se para fazer o que eu não fiz bem, com aquela cara torcida, que até os fumadores empedernidos fazem quando têm de apagar o que não esteve na boca deles, mesmo que sejam nossos amigos e não tenham nojo nenhum de nós em qualquer outra situação.
Fico com vergonha de não ter feito bem... pronto... não consigo evitar.
Sou tão pouco compreensiva comigo mesma...
P.S.: Avisem se eu fizer essa cara ao apagar o cigarro de outra pessoa que se esqueça; é uma cara horrível.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Humm....


I feel a vintage "naugthy-girl" coming on!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Breve...

Isto andava em baixo de inspiração para a escrita...
Falta de tempo, falta de vontade, falta de paciência, falta de vontade de dizer coisas, falta de voz, falta de tristezas, falta de grandezas, falta de necessidade, falta de sei lá bem o quê. Ou excesso de tudo...
"Ou coisa que o valha" (só para te irritar e tu sabes quem és e que adoro os teus ohos verdes, a tua alma e as tuas mãos de ouro em mim!)
Mas, voltei a sentir um ventinho aqui na orelha, uma voz que me sussurra umas coisas que apetece pôr em "papel" de carta e "mandar" aos amigos...
Adoro este formigueiro nos dedos!

Está para breve...